sexta-feira, 30 de maio de 2014

A Casa de Cultura Fazenda Roseira, é a sede da Comunidade Negra de Campinas durante a Copa 2014


E para acolher os visitantes e nigerianos que estiverem em Campinas durante os jogos do Brasil e da Nigéria, preparamos um conjunto de debates, apresentações artísticas, exibições de filmes com cineclubismo, teatro, dança e música, feirinha afro com comidas típicas para Campinas e Região e mais. Espaços estes para possibilitar o encontro e a interação das culturas afro-brasileiras dentro de um dos eventos mais conhecidos do mundo.

As atividades acontecem durante todo o mês de junho, a partir do dia 1/6 com abertura da exposição do chargista Junião, sobre jogadores Negros que vestiram a camisa da Seleção Brasileira, se encerrando na véspera da final da Copa no dia 12 de julho com o tradicional Arraial afro Julino do Jongo.
Durante a programação no dia 22/06 o Centro Cultural Luís Machado - Machadinho, único clube negro de Campinas, será visitado com atividades durante todo o dia, em pré comemoração de seus 70 anos.
A entrada é franca, a camiseta oficial do evento está pronta e o verde-branco e amarelo são as cores que irão predominar em nossas ações.

Esperamos vocês.


Entrada Franca – aceitamos doações de 1k alimento SARAVAXÉ

Local: Casa de Cultura Fazenda Roseira: Rua: Domingos Haddad, n° 01
Bairro: Residencial Parque da Fazenda - Cep: 13060-563
Em frente à PUC II, dentro do loteamento. Campinas-SP

Mais Informações no site:

PROGRAMAÇÃO

01/06 – (domingo)


10h – Cineclube Catavento + Debate com o filme Moi, Un Noir

(Eu, um Negro) de Jean Rouch

12h – Almoço Cultural (opcional)

14h00 – Abertura oficial Exposição do Chargista Junião

"Jogadores Negros que vestiram a CAMISA da seleção brasileira"
Horário de Visita Exposição Casa de Cultura Fazenda Roseira
3ª feira e 5ª feira – 9h às 21h
4ª feira, 6ª feira e sábado – 9h às17h.

14h30 - Apresentação Aureluce Santos e Banda

15h30 - Ilcei Miriam


07/06 (sábado)

10h - Oficina de Roda de Jongo (Projeto Pisa na Tradição)

12/6 (quinta-feira) - Abertura: Brasil – 17h

10h – Cineclube Catavento – filme em debate: Raízes da Roseira
e Bumbo Dá Samba

12h - Almoço Cultural (opcional)

13h - Roda de Capoeira IBECA

13h30 - Apresentação da Escola de Curimba Ayan Agalu

14h - Debate: Territórios de tradição – espaços, estórias e
comunidades negras em Campinas
Com: Alceu (Urucungu´s Puítas e Quijengues) Dona Maria, Dona Vera e Tia
Edite, mulheres da Comunidade Jongo Dito Ribeiro, Glória Cunha (Maracatucá),
Marisa Sambadeira. Mediador – Sr. Valdir Oliveira (Clube Machadinho)

16h30 - Show de Pandeiro com Marcão ACADA e Athaualpha
Apresentação do projeto “Nos passos dos mestres, faz girar meu pavilhão”

18h - Grupo de Samba Casarão

14/6 (Sábado)

10h30 - Oficina de Roda de Jongo (Projeto Pisa na Tradição)
10h - Encontro de Escritores de Religiões de Matrizes Africanas

23h59 - Samba de Luá (até às 06 da manhã do Domingo)

16/06 (segunda-feira) Nigéria – 16h

10h30 - Oficina "O poder da Cozinha Afro brasileira e africana"
Sabores e temperos com Ekedi Edna Lourenço e convidadas.
Mediadora: Mãe Corajaci: Almoço/ Oficina 10,00 por pessoa

14h - Oficina de lenços e dorsos – Cris DJUMBO (Os tecidos
para a oficina serão vendidos na hora)

17h - Oficina de Puxada de Rede

17h30 - Afoxé Omí Alado

18h30 - Samba de Iaia – com Tatiana Rocha

17/06 (terça feira) Brasil – 16h

10h - Cineclube Catavento - filme em debate: A Caminho da Copa

12h - Almoço Cultural (opcional)

13h - Debate: Copa pra quem???

Mic Portela , Ike Banto, Pai Ortiz , Vereador Paulo Búfalo e Natalie Portman +
Comitê Popular da Copa - SP + convidados. Mediadora: Alessandra Ribeiro

15h - Maculele IBECA e Escola de Curimba Ayan Agalu

17h - Grupo de Samba Casarão

21/06 – ( Sábado) Nigéria – 18h

09h - Projeto Capoeira Mestre Bill e Marcão Acada + Oficina de
Pandeiro e Malabares (Centro de Convivência Cultural de Cam-
pinas (Rua: Imprensa Fluminense , s/n – Cambuí)

12h - Almoço Cultural Típico (opcional)

14h - Apresentação Aureluce Santos e Banda

17h - Ilcei Miriam André Oliveira e Batuqueiros

22/06 (domingo] - 10h - Clube Machadinho

10h - Histórias do Machadinho - Seu Valdir - Centro Cultural
Luis Machado (Machadinho) Rua: Cerqueira, 66 - Vila Industrial

12h - Almoço Cultural (opcional)
14h - Savurú, Grupo de Samba Casarão + Marcão ACADA,
Jongo Dito Ribeiro e convidados

23/06 (segunda feira) Brasil – 17h

10h – Cineclube Catavento – filme em debate: Indústria
Audiovisual e Festival Africano

11h - Capoeira IBECA

12h - Almoço Cultural (opcional)

13h - Apresentação do projeto “Nos passos dos mestres,
faz girar meu pavilhão”

13h30 - Show de Pandeiro com Marcão ACADA e Athaualpha

14h - Debate - Racismo e patrocínios no Esporte
Diogo Silva (Taekwondo) vereadores Tico Costa e Carlão do PT e
convidados. Mediador - Michel Yakini (Fundação Palmares/SP)

15h30 - Ilcei Miriam e Convidados

18h - Grupo de Samba Casarão

25/06 (quarta feira) Nigeria – 13h

12h - Almoço Cultural (opcional)

13h - Bendito os Beneditos – Teatro de Mamulengos Inventor
de Sonhos

15h - Canticos da Dona Noca - André de Moraes

28/06 (sábado) Brasil – 13h

10h – Cineclube Catavento – filme em debate: Chimamanda
Adichie, O Perigo de Uma Única História

10h30 - Pisa na Tradição – Comunidade Jongo Dito Ribeiro

12h - Almoço Cultural (opcional)

12h30 - Grupo de Samba Casarão

12/07 11º Arraial Afro Julino do Jongo Dito Ribeiro
12h (sábado) às 06h da manhã (domingo)

Mini Oficinas: "Nigéria e sua Mitologia Africana" Prof. OKUN
OLOLA - Quartas-feiras 04, 11, 18 de Junho e 02 de Julho das
18h30 às 21h - na Fazenda Roseira. Vagas limitadas.



Realização: Comunidades Negras de Campinas-SP

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Projeto Anual 2014 - Pisa na Tradição - Na Casa de Cultura Fazenda Roseira



Projeto Anual Pisa na Tradição 2014

Desde fevereiro de 2014, a Comunidade Jongo Dito Ribeiro vem organizando diversas ações para a implementação do projeto anual PROAC Pisa na tradição.

Nessas oficinas, temos compartilhado diversos saberes sobre a prática tradicional de uma comunidade Jongueira referente a dança, toque canto, identidade, ancestralidade, diálogos sobre as religiosidades, sob o olhar atento e participativo de nossos mais velhos.

Essas oficinas acontecerão durante todo o ano aos sábados das 10h30 ao 12h, e das 14h às 16h, além de interagir com outros espaços de formação, iniciativas culturais e debates na cidade de Campinas-SP. Este projeto pretende formalizar um exercício de universidade livre que já acontece e envolve conhecimentos e saberes de tradição ancestral por meio da oralidade e processos de formação e percurso cultural que acontecem organicamente no espaço da Fazenda Roseira.

As vivências são inteiramente gratuitas e pede-se o uso de saias para as mulheres.

Quem somos
Segue nosso material, portfólio e mais informações:


http://fazendaroseira.blogspot.com.br











Comunidade Jongo Dito Ribeiro



Quem somos?
A Comunidade Jongo Dito Ribeiro consiste em jongueiros, formados por um grupo de pessoas e familiares, que reconstitui a manifestação do Jongo em Campinas/SP através da memória de Benedito Ribeiro, de rodas com toque, canto e dança, com o objetivo de compartilhar e continuar com essa cultura ancestral.
Missão
Nossa missão é reconstituir a cultura ancestral do jongo nos mais diversos espaços, para todas as pessoas de diferentes credos, etnias e idades, priorizando as comunidades e grupos que atuam no universo da cultura afro brasileira.
Objetivo
Nosso objetivo é reescrever e escrever a história do jongo em Campinas/SP de modo a possibilitar que a manifestação cultural seja expandida e respeitada nas suas mais variadas formas, utilizando como elementos para atingir esse resultado: a descontração, alegria, afeto, boas energias, paciência com o momento individual de cada um, melhoria da auto-estima, mudança do indivíduo de dentro para fora, autonomia e a preservação de nosso toque, canto e dança de jongo praticada em nossa comunidade.
Histórico
Em Campinas, a Comunidade Jongo Dito Ribeiro foi batizado com esse nome em homenagem ao saudoso Benedito Ribeiro, avô de Alessandra Ribeiro, que chegando em Campinas na década de 30, vindo do interior de Minas Gerais manteve a tradição do jongo recebido por seus antepassados, através das realizações de festas aos santos católicos.
Desde 2002, aComunidade Jongo Dito Ribeiro vem se firmado, realizando trabalhos de reconstituição, composição e pesquisa com o objetivo de manter viva a chama dessa descendência, trazendo essa importante manifestação da cultura popular afro-brasileira, elemento de resistência e união para a sociedade. O grupo se apresenta em escolas, universidades, quilombos, festas oficiais e seus encontros são quinzenais na casa de Alessandra Ribeiro e desde 2008, na Casa de Cultura Fazenda Roseira, de gestão da comunidade jongueira , no jardim Roseira em Campinas, que esta aberta a quem quiser participar e contribuir na reconstituição dessa história.
A Comunidade Jongo Dito Ribeiro reúne pessoas de diferentes idades, origens sociais, raças, profissões e locais, estando desde 2005 fazendo parte da Rede de Memória do Jongo/Caxambu, onde representa a cultura afro-brasileira de Campinas e já carrega o certificado de Patrimônio Cultural do Brasil.
Percurso Cultural
Ações, festas e eventos Tradicionais da Comunidade Jongo Dito Ribeiro



RODAS DE JONGO QUINZENAIS – São os principais encontros para a preservação do patrimônio realizados pela comunidade jongueira,  aberto ao público geral e interessados, em que os jongueiros trocam  experiências, saberes e dialogam e aprendem sobre o jongo e suas formas de tocar, cantar, tirar pontos e dançar.



FEIJOADA DAS MARIAS DO JONGO (MARÇO)É um encontro em que as mulheres da Comunidade são homenageadas (as “Marias” do jongo), por meio de uma feijoada compartilhada entre parceiros, amigos e a comunidade em geral. Acontece anualmente no terceiro domingo de março. A elaboração de todo este encontro, a venda de convites a preços populares para a arrecadação de fundos da Comunidade, a divulgação na mídia local e da região, além da feitura da feijoada, são realizadas pela Comunidade Jongo Dito Ribeiro. “Segredos e mirongas” para uma boa comida cheia de história, como é o caso da feijoada, são socializados pelas mais velhas. Neste evento, ganha destaque a participação das mulheres mais velhas da Comunidade: na arrecadação de alimentos, na venda de convites e no preparo da feijoada. O público médio anual deste evento é de 750 pessoas. No ano de 2013 ocorreu a oitava edição da Feijoada, pela quinta vez na Casa de Cultura Fazenda Roseira.



ARRAIAL AFRO JULINO DA COMUNIDADE JONGO DITO RIBEIRO (JULHO)É uma festa julina, iniciada pelo terço a São Benedito, com apresentações artísticas de grupos parceiros de diversas localidades do estado de São Paulo do segmento afro. Tem barracas de comidas típicas e de artesanato, fogueira e uma grande roda de jongo com a presença da Comunidade de Jongo do Tamandaré (Guaratinguetá - SP) – a Comunidade que apadrinhou o Jongo Dito Ribeiro – além de outras comunidades de jongo. Em 2009 o Arraial foi inserido no calendário oficial do Estado de São Paulo, dada a importância e referência do evento e a divulgação que promove da cultura afro em sua diversidade. O evento ocorre anualmente no segundo sábado de julho, das 12hrs de sábado às 6hrs de domingo, marcando a data de referência do reinício do Jongo Dito Ribeiro na cidade de Campinas. O evento tem como entrada 1kg de alimento não-perecível, sendo que os alimentos arrecadados são doados para o banco de alimentos da prefeitura de Campinas. O público médio deste evento é de 3.000 pessoas. Toda a elaboração, desenvolvimento, divulgação e organização do Arraial é realizado pela própria Comunidade, unindo gerações, amigos e familiares no maior evento realizado pela sociedade civil na cidade. No ano de 2009, foi realizado o sexto Arraial, pela primeira vez na Casa de Cultura Fazenda Roseira e, este ano será realizado em 13 de julho de 2013, a 10 º Edição em formato especial.



RODA DA MÃE PRETA (20 DE NOVEMBRO)Em comemoração ao dia 20 de novembro, nesta data anualmente a Comunidade Jongo Dito Ribeiro realiza uma roda em frente à Igreja São Benedito, onde Dito Ribeiro dedicou sua devoção em torno da imagem da Mãe Preta, com a participação de várias pessoas da cidade. Trata-se de um agradecimento pelo reencontro da tradição do jongo pelos integrantes da Comunidade, que marca a data de luta do povo negro em todo o Brasil.



SOU ÁFRICA EM TODOS OS SENTIDOS(15/ Novembro – 02/Dezembro Dia do Samba).É o período em que a Comunidade Jongo Dito Ribeiro, evidencia suas parcerias e relações com seus parceiros, como o comprometimento com o fomento da Lei 10639/03, que torna obrigatório o ensino da Cultura Afro e a história dos africanos e Povo Negro, através de 20 dias de exposição, debates, exibição de filmes e trocas de saberes entre publico geral, acadêmicos e estudantes, sobre a presença negra.
Programação:
26/04
10h30 às 12h - Curso Cultura Negra – (Parte I)
14h30 às 16h - Curso Cultura Negra – (Parte II)



03/05
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
14h30 às 16h - Curso Identidade, tambores e batuques (Parte I)



10/05
10h30 às 12h - Carta Magna da Umbanda - Fórum de Debate
2014 Congresso Nacional da Umbanda (Percurso Cultural)
14h30 às 16h - Curso Identidade, tambores e batuques - (Parte II)



17/05
10h30 às 12h - Atividade no Canjerê do Patrimônio -
Terceiro Seminário da Patrimônio Imaterial (de 14 a 17 de Maio)
19h - Templo de Umbanda Mãe Joana 3 Estrelas



24/05
10h30 às 12h - Oficina de Roda de Jongo



31/05
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
14h30 às 16h - Curso Identidade, Tambores e Batuques – (Parte III)



07/06
14h30 às 16h - Roda de Jongo no SaraUvá de Permissão
Na Estação Cultura de Campinas - Sala Toninhos



14/06
09h às 17h - Atividades no 1° Congresso ABEAFRO
Processo de Formação Livre



21/06
10h30 às 12h - Curso Cada Ponto Conta um conto - (Parte I)
10h30 às 12h - (Projeto Roseira na Copa - Praça Arautos da Paz)



28/06
10h30 às 12h - Curso Cada Ponto Conta um Conto (Parte II)
14h30 às 16h - Roda de Jongo no Projeto Fazenda Roseira,
Brasil e NIgéria na Copa do Mundo (Percurso Cultural)



05/07
10h30 às 12h - Oficiina Roda de Jongo



12/07
Arraial Afro-Julino na Fazenda Roseira(Percurso Cultural)



09/08
10h30 às 12h -Oficina Roda de Jongo
14h30 às 16h - Curso Turbantes, batas, saias e pé no chão (Parte I)



16/08
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
14h30 às 16h - Curso Turbantes, batas, saias e pé no chão (Parte II)



30/08
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
14h30 às 16h - Curso Turbantes, batas, saias e pé no chão (Parte III)



13/09
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
14h30 às 16h - Curso Turbantes, batas, saias e pé no chão (Parte IV)



20/09
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
14h30 às 16h - Curso Quitutes, Quitandas e Canelinha (Parte I)



04/10
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
14h30 às 16h - Curso Quitutes, Quitandas e Canelinha (Parte II)



18/10
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
14h30 às 16h - Curso Quitutes, Quitandas e Canelinha (Parte III)
25/10
10h30 às 12h - Curso Sagrado e Profano na Roda de Jongo (Parte I)
14h30 às 16h - Curso Sagrado e Profano na Roda de Jongo (Parte II)



08/11
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
Organização VI Festival Sou África em Todos os Sentidos



20/11
10h - Marcha Zumbi no centro de Campinas-SP
16h - Roda da Mãe Preta - Igreja São Benedito (Percurso Cultural)



15/11 a 04/12
Sou África em todos os Sentidos - Abertura Exposição do
Projeto "Pisa na Tradição" e exposição - Territorialidades,
Patrimônio, Políticas Públicas, Rupturas e Permanências.
(Percurso Cultural)



06/12
10h30 às 12h - Oficina Roda de Jongo
A partir das 14h Finalização do Projeto e Festa de Encerramento.






Demais informações:
Quem somos
Segue nosso material, portfólio e mais informações:


http://fazendaroseira.blogspot.com.br









Alessandra Ribeiro – Coord. e Liderança da Comunidade Jongo Dito Ribeiro
19 3227 5633/ 9134 3922/ 7815 6145 Id 89* 124 107


Axe
Alessandra Ribeiro